"Digite aqui o nome do pecador"



22h e 52min., ainda dá tempo de lançar o texto do dia 8? Talvez.

Eu queria fugir dessa pequena reflexão "séria" pois ontem nossa pauta não teve tanto humor quanto eu gostaria. Mas hoje aconteceram algumas coisas e eu fiquei com esse tema na minha mente o dia inteiro, então resolvi escrever.

Pois bem, todos somos seres humanos. Sendo nós seres humanos, estamos fadados ao erro/pecado. Sendo nós fadados ao erro/pecado, não deveríamos nos colocar em posição de julgamento visto que somos todos culpados. Então, o que nos dá o "direito" de apontar o dedo na cara do outro dizendo o que ele é ou deixa de ser?

O pecado escancarado. Veja bem caro amigo, não existe pecadinho e pecadão. Existem consequências grandes e pequenas, disso sabemos bem. Mas o pecado é pecado, seja grande ou pequeno. Existe também o pecado velado, oculto, escondido, que ninguém sabe, que ninguém viu, ouviu ou leu em algum lugar. E existe o pecado escancarado, encontrado inclusive em mecanismos de busca como o google, basta digitar o nome do famigerado pecador.

Sabe qual é o problema da nossa geração "cristã"? Estamos sempre em busca de pecados escancarados, para então subirmos no nosso troninho e começarmos o julgamento do pobre réu pecador. tsc, tsc.

Deixe-me lembrar-lhe um pequeno detalhe, caro amigo: Você também é um réu. A diferença é que seu pecado não pode ser pesquisado no google, ele é velado no escuro do seu quarto, quando "ninguém" vê.

Abandone seu imerecido trono. Deixe o verdadeiro JUIZ JUSTO assumir seu lugar de direito e olhar por nós, pobres réus, porém amados acima de qualquer busca no google.

"Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar todos os pecados e nos purificar de qualquer injustiça." 1 João 1:9




Postagens mais visitadas deste blog

Não é Solidão, é Solitude.

TOP 4 Girls Crush da FICÇÃO

Esse negócio de BEDA