Não é Solidão, é Solitude.


"Entende-se por solitude o pleno contado consigo mesmo. Isso quer dizer que não há a necessidade de estar sempre em companhia de outras pessoas e não há solidão por isso. Esta pessoa está bem com ela em tempo integral, mas convive muito bem com os outros. Veja que há um contato direto consigo mesmo, podendo passar vários dias em um lugar sozinho e se sentindo pleno; mas há também uma plenitude ao estar com alguém." 

Veja bem, eu gosto de estar na companhia das pessoas que eu amo. Mesmo. Me sinto completa com barulho de família ao meu redor. Quando rola, adoro passar tempo de qualidade com os amigos e/ou com o namorado. Mas eu também sinto um prazer indescritível no silêncio. 

Tipo agora. Estou em casa, são 10:08AM, minhas irmãs ainda estão dormindo e a casa está silenciosa, por hora. Eu posso fechar os olhos e respirar fundo. Sinto uma paz imensa. Me faz bem. Eu curto a minha própria companhia e já recusei saídas por ela (eu/mim). 

Eu costumo brincar que não vou receber visitas na minha futura casa. As pessoas acham meio estranho e eu não sei dizer a porcentagem disso que é realmente brincadeira, rs. Mas quando falo, falo neste sentido. É o meu lugar de paz. É importante ter um lugar de paz, ou uma hora de paz, um tempo, sabe? Pra você, pra fazer nada em sua própria companhia. E se sentir bem assim.

Tempo de qualidade comigo mesma resulta em tempo de qualidade com o outro. Quando começo a depender demais ou a cobrar demais eu entendo que o problema é que eu não ando passando tempo comigo. 

Vamos fazer um retiro. Sozinhos. Pode ser em casa mesmo.

Solitude. Essa é a palavra. 


Postagens mais visitadas deste blog

TOP 4 Girls Crush da FICÇÃO

Esse negócio de BEDA