TOP 4 Girls Crush da FICÇÃO

E aí Internet!

Dispensando toda a enrolação inicial de blogueira não assídua, hoje vamos falar sobre xoxotas poderosas na ficção! Já rolou um post aqui no ano passado sobre 3 GIRLS maravilhosas da ficção e da vida real e eu não vou repeti-las pra você ir lá depois e fortalecer a amizade, hehe.

Sem mais delongas, XXT PWR!


#1. CRISTINA YANG

pleníssima
Hello Grey's Anatomy! De todas as (poucas) séries que assisti e personagens que conheci, Cristina foi a que mais marcou, sem dúvida. Apesar de não ser a personagem principal da série, ela roubou a cena por muitas temporadas e foi ótimo. Mais apaixonada pela profissão do que qualquer outra coisa ou alguém, ela não tinha medo de dizer que era a melhor e, o mais incrível: Ela realmente acreditava nisso. E era. 
Em poucas palavras: ACREDITE NO SEU PODER E OS OUTROS TAMBÉM IRÃO.


#2. KATNISS EVERDEEN

aff, me beija
Jogos Vorazes é minha trilogia preferida por motivos de: Katniss. Devorei os três livros na época do ensino médio e era intensa a identificação com essa garota incrível e de personalidade marcante. Sua visceralidade e força me encantam demais e toda vez que eu terminava de ler os capítulos queria pegar meu arco e flecha e ir caçar na floresta! (brincadeirinha, mas se tivesse eu ia mesmo).


#3. MERIDA

maravilhosa
Eu não curto muito filmes de animação, mas Valente com certeza me arrancou bons suspiros. Primeiro por ser uma das primeiras princesas de cabelo crespo e o melhor: sem príncipe! 
No filme, Merida não quer se casar e seguir a vontade dos pais então acaba competindo pela sua própria mão!! Fantástica. O desenrolar da história é lindo e vale super a pena assistir (tem na Netflix).


#4. CATALEYA

curti mas meu coração diz que não, rs
Colombiana é um filme que foge do esteriótipo "HOMEM BRANCO ASSASSINO BOM PRA CARAMBA". Nele temos "MULHERÃO NEGRA ASSASSINA SINISTRA". Apesar de não compactuar com o lance da vingança sangrenta, confesso que ver uma mulher no comando de tudo dá uma afliceta boa (entenda essa referência). Incrível! Vejam.


Valeu, foi bom. 

Postagens mais visitadas deste blog

Não é Solidão, é Solitude.

Esse negócio de BEDA