Matem 2016 #1

Entre mortos e feridos, eu ainda estou me salvando.



* Este é mais um post estilo diário, onde eu falo sem parar sobre a minha vida, o que pode soar um pouco egocêntrico mas é o máximo que eu posso fazer por nós neste momento*

* Talvez seja o início de um resumão 2016*

Olá migos! Tudubom? 
Acho que tô de férias. É que, tecnicamente eu não deveria pensar assim, visto que minhas notas ainda estão pra sair né?! Mas assim, na mente a gente já está de férias e, se esse blog ficar sem post pelas próximas semanas, talvez eu tenha me jogado de qualquer ponte depois de descobrir que precisarei encarar a primeira final em 2 anos de vida acadêmica!

As últimas semanas foram intensas devido às provas e a quantidade absurda de BO que a faculdade me causou... Mas, aproveito a oportunidade de ter um blog para dar um conselho de amiga:

TIRE BOAS NOTAS.
Ass.: Mãe

É sério, eu sempre me perguntei por que eu tenho que ser tão chata e me cobrar tanto com relação aos estudos. E não, eu não estou aqui dizendo que sou mega ultra inteligente (tô sim, sou sim). É só que eu não consigo não tirar boas notas e essas danadas me deram uma boa ajuda neste fim de ano. Então, façam o mesmo e a final (DP) jamais chegará em vossas vidas novamente! 


Passado o momento gracinha de conselho, prossigamos...

Fim de ano é aquele famoso clichê, né? A gente tira um tempo pra refletir em tudo que fizemos ou deixamos de fazer, nas metas que não cumprimos e na nova lista que faremos para o ano seguinte (VEM 2017!). Refletir sobre a vida é algo constante em mim, e eu não preciso de um fim de ano pra isso. Mas acho necessário este momento retrospectivo pra gente poder revisar as matérias do ano e arranjar umas forças pra encarar os nossos desafios pessoais. 
Ultimamente ando bem introspectiva, mas vamos falar um pouco sobre 2016? Esse ano miserável que todo mundo quer que acabe, mas que na minha opinião foi uma ano vegetal: Respiramos por aparelhos e continuamos vivos. 
Façam uma eutanásia, por favor. A família já autorizou e não aguentamos mais sofrer... 


Continua...

Postagens mais visitadas deste blog

Não é Solidão, é Solitude.

TOP 4 Girls Crush da FICÇÃO

Esse negócio de BEDA